Sorria, sem motivo, com motivo, sozinho, ou quando alguém faz você rir. Apenas sorria, o sorriso abre portas, contagia, diverte!

Páginas

domingo, 9 de agosto de 2015

Drogas

Minhas drogas não são proibidas pela sociedade, não dão cadeia e não são contrabandeadas.
Minhas drogas estão por aí em qualquer lugar, qualquer um pode comprar. Eu, você, seu filho, seu pai.
Ninguém proíbe. Ninguém se interessa.
Os sinais estão aí: queimação, sobrepeso, preguiça, zoação, falta de autoestima.
Solução? Para quê? Se para a sociedade é apenas falta de vergonha na cara, falta de vontade ou falta de educação.
Solução? Não! Se para alguns meu vício não significa nada, para alguns significa lucro.
Minhas drogas não são convencionais mas fazem um estrago. Acabam com a saúde, com o dinheiro, com o sorriso no rosto. É é inversamente proporcional a alegria no rosto dos executivos das grandes corporações.
Tem nome e muitas vezes sobrenome: Coca-Cola, McDonalds, Burguer King, Subway, Cheetos. Ou usam o anonimato através da sua categoria: chocolate, jujuba, chiclete, bolacha, açucar, sorvete.
É uma fuga, uma desculpa, um prazer. É o que resta quando a cidade dorme, quando o silêncio do meu quarto parece sufocador.
Drogas? Queria dizer não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário