Sorria, sem motivo, com motivo, sozinho, ou quando alguém faz você rir. Apenas sorria, o sorriso abre portas, contagia, diverte!

Páginas

sábado, 23 de julho de 2011

Essa minha condição de amigo

É muito complexa essa minha condição de ser seu amigo. Não posso negar que amo ser seu amigo, mas você também sabe o quanto quero ser mas do que amigo.
Talvez a pior parte é quando você me chama de melhor amigo. Por um lado é ótimo, mas por outro, é horrível. Adoro saber que você me considera tão importante, mas também lamento por perceber que não serei mais do que melhor amigo.
Isso é uma faca de dois gumes. Me tira noites de sono, tardes ensolaradas e sorrisos sinceros do meu rosto. Mas quando estou contigo, o sorriso predomina, as noites parecem sempre as melhores e as tardes, maravilhosas.
Enquanto essa situação não se resolve, eu continuo aqui do seu lado, como um bom amigo. Ou como você diz: melhor amigo. Continuo sonhando acordado, imaginando, fazendo planos quase impossíveis de acontecer. Continuo nessa minha condição de amigo.

sábado, 16 de julho de 2011

Vontade de alguém

Conhece aquela vontade imensa de querer alguém do nosso lado? Eu conheço. Pode chamar de carência, porque talvez seja isso mesmo. Poderia dizer que serve qualquer pessoa, o pelo menos alguma que queira algo comigo. Mas não, não serve qualquer pessoa. Tem que no mínimo, mexer comigo, me deixar sem ar.
Mas na atual situação, estou disposto a tentar mais uma vez sem ter certeza do que eu quero. Porque essa abstinência já está me fazendo mal. Essa falta de alguém me joga lá embaixo, me derruba, me entristece, me deprime.
Muitas vezes esse alguém existe, mas as milhares de barreiras impedem que eu fique do lado dessa pessoa. Algumas barreiras são simples de se superar, outras, pelo contrário são quase impossíveis!
Porém não desisto, continuo caminhando, por enquanto, sozinho, mas na esperança que um dia terei alguém do meu lado. Alguém que transformará meus dias cinzas em dias ensolarados.

domingo, 3 de julho de 2011

Desabafo

Talvez isso seja mesmo mesmo um desabafo ou apenas uma reclamação num momento de revolta. Alguma garotas, não são todas, apenas algumas, insistem em dizer que garotos são todos iguais. Besteira. Do mesmo modo que existem vários tipos de garotas, existem vários tipos de garotos. E a maior reclamação dessas garotas é que nós a fazemos sofrer sempre. Mas vou contar brevemente o que aconteceu comigo neste último sábado. Pois bem, depois de 11 meses decidi falar com minha amiga que eu era afim dela, isso ainda na sexta-feira, não aguentava mais guardar isso só para mim. Conversamos, ela desabafou um pouco comigo sobre umas coisas e foi praticamente isso. Recebo então um SMS dizendo para eu não ficar triste porque sou muito importante para ela. No sábado, ela me liga pedindo para ir mais cedo para a festa. É, e eu fui mais cedo por causa dela. Mas para minha surpresa, o que recebi desde quando cheguei lá foi apenas um “OI” e um “o que você vai comprar para eu beber?”. Quando não achei que ficaria pior, ficou! Só vejo ela na minha frente com outro “alguém”. Bom, se não era para eu ficar triste, acho que fazer isso na minha frente não ajudou muito. Agora eu pergunto: Nós garotos somos todos iguais?

Esperança

Esperança é tudo aquilo que eu tenho quando penso em nós dois. Não tenho certezas nem dúvidas, apenas esperança. E cada vez mais vou cultivando isso até que chega o momento que acordo para a realidade e toda essa esperança se transforma em decepção. E não só decepção, desilusão e preocupação também entram nessa lista de coisas nada agradáveis.
Mas eu sempre mantenho a esperança que um dia tudo será diferente e começara a se encaixar e fazer sentido para mim. Mantenho a esperança que alguém vai me mostrar que a esperança pode se transformar em algo de verdade, algo concreto e duradouro.
Dizem que a esperança é a ultima que morre. Pode ser verdade, porque se eu não desisti até agora, não vou desistir jamais.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Coragem

Hoje foi um daqueles dias para ficar na história! Pelo menos para mim. Foi um dos dias de mais coragem que eu já tive. E não foi falta de coragem para enfrentar um medo. Foi para enfrentar uma pessoa.
Uma pessoa que faz meu coração disparar, meu olho brilhar, minha transpiração aumentar e meu raciocínio falhar.
Nesse momento não estou tão preocupado com o resultado disso. Estou feliz, porque joguei para fora tudo que guardei durante meses.
Mas o mais é importante é que, eu falei, tive coragem e apesar do nervosismo, eu falei.